O que a geração X tem a ver com o marketing B2B?

Estratégias de Marketing B2B se concentram na criação das famosas personas, que são perfis psicológicos e profissionais traçados com o objetivo de resumir as características dos profissionais que serão abordados pelos diferentes táticas de marketing.

Um estudo realizado pelo grupo Abril em junho de 2017 pode ajudar na elaboração desses perfis –levando-se em consideração o perfil da famosa geração X – que atualmente está entre seus 35 e 54 anos, e ocupa posições de liderança nas organizações, principalmente em mercados mais tradicionais, como Tecnologia e Indústria.

Esquecida pelo marketing B2C, que sempre mantém o foco nos mais jovens (os “Millenials”, que vão dos 20 aos 34 anos), a geração X está entre o on e offline. O estudo trouxe alguns pontos que merecem atenção, principalmente no desenho da estratégia B2B.

O que define a Geração X

É uma geração multiplataforma: que ainda transita entre a mídia on e offline. É por isso, por exemplo, que uma boa estratégia de marketing B2B não pode deixar de lado as táticas que envolvam PR e imprensa;

É uma geração racional: os profissionais da geração X já alcançaram um nível de maturidade suficiente para racionalizar antes de tomar qualquer decisão emocional. Ou seja: apelar somente para suas dores sem deixar como você pode resolvê-las não adianta;

É uma geração que não está preocupada em comprar bandeiras: sendo uma geração mais racional, as empresas precisam ter cada vez mais foco em prover informações relevantes, que deem subsídios racionais ao tomador de decisão. Da mesma maneira, o conteúdo é importante, e altamente relevante.

É uma geração que prefere pensar por si: quanto mais informações que ajudem esses profissionais a refletir sobre aquilo que está sendo proposto, mais perto você está de conquistar sua confiança.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

O Marketing B2B e o Impacto do Coronavírus